DICAS DE COMPORTAMENTO

FAÇA VOCÊ MESMO!

 

 

Comportamento Canino

  • Ricardo Tamborini no Jornal Edição do Brasil

    Ter animal de estimação exige dedicação e dinheiro

    Os animais de estimação podem trazer vários benefícios para a saúde, como diminuir o colesterol ruim, a pressão arterial e o estresse do dia a dia.

  • Seu cão come grama? Saiba por quê

    Se você tem um cão, já deve ter ficado intrigado quando vê o bicho comer grama em um parque ou no jardim de casa.Mas será que esse é um comportamento normal? Segundo Ricardo Tamborini, especialista em comportamento canino, é comum cães comerem grama ou qualquer vegetal que esteja por perto. “Uma das explicações mais interessantes continue lendo…

  • Seu cão é ciumento? Saiba como controlá-lo

    Assim como muitos de nós, a maioria dos cães tem muito ciúme das pessoas que gosta, principalmente quando se sente o “dono” delas. Esse instinto natural deve ser controlado para que haja um convívio harmonioso entre o animal, o dono e outras pessoas. O especialista em comportamento canino Ricardo Tamborini explica que é muito comum continue lendo…

  • Seu cão gosta de andar com a cabeça para fora da janela do carro? Conheça alguns cuidados importantes

    Um dos comportamentos mais comuns dos cães quando estão no carro com os seus donos é ficar no banco do passageiro com a cabeça para fora da janela. Quem nunca viu uma cena dessas e ficou encantado com a carinha de felicidade do bichinho?  O que ocorre é que eles sentem uma sensação agradável do continue lendo…

  • O seu cachorro come fezes? Saiba como evitar.

    O seu cachorro come fezes? Saiba como evitar… Os cães são gulosos e comem absolutamente qualquer coisa que encontram pelo caminho, e em alguns casos isso inclui suas próprias fezes ou de outros animais. É nojento concordo, mas é comum e infelizmente alguns cães carregam esse mau hábito de seus ancestrais (os lobos selvagens) que continue lendo…

  • Faça o seu cão parar de pular

    Faça o seu cão parar de pular. Diversos motivos podem contribuir para que o seu amigão pule em você ou nas visitas. Ele pode pular por alegria a sua chegada, buscando algum tipo de recompensa ou por dominância. Bom tem algo errado e uma coisa está faltando. A sua autoridade como líder de matilha. Mas continue lendo…

  • O que o seu filhote não deve mastigar

    O que o seu filhote não deve mastigar. Um filhote vai naturalmente querer mastigar tudo que encontra pela frente. Isso faz parte do desenvolvimento normal de todos os filhotes. E isso se deve a 3 motivos principais, irritação nas gengivas devido a troca e crescimento dos dentes, curiosidade (por querer pegar tudo o que vê continue lendo…

  • É possível educar um cão velhinho?

    É possível educar um cão velhinho? Claro que sim! Assim como as pessoas mais idosas também podem aprender. Provavelmente, você terá um pouquinho mais de trabalho para mudar alguns hábitos mais antigos, exercidos pelo cachorro durante boa parte de sua vida. Do mesmo jeito, por exemplo, que é difícil modificar certas manias das pessoas mais continue lendo…

  • Elogie seu cão

    Imagine e use o petisco como algo além de um alimento. Assim como o brinquedo, a comida ou o passeio, o petisco é um prêmio por ele ter sido obediente. Elogie o cão ao dar o petisco e ao ato dele comer. Com o tempo ele saberá que receber o petisco marca uma aprovação de continue lendo…

  • Como controlar o ciúme do seu cão

    A maioria dos cães tem bastante ciúme das pessoas que gosta, e principalmente se ele se sentir um pouco “dono” delas. Esse é um instinto natural dos cães, e deve ser controlado para que se tenha um convívio harmonioso entre você, o cão e as visitas. É muito comum o cachorro estar do seu lado, continue lendo…

  • Educação do Filhote – Como evitar maus hábitos!

    Que o cão é o melhor amigo do homem, não temos dúvida. Com ele dividimos as nossas alegrias e tristezas, podemos confidenciar os nossos segredos sabendo que estarão muito bem guardados. Mesmo após levar uma bronca, não guardam mágoa e estão sempre por perto dispostos a dar e receber carinho e atenção. O problema é continue lendo…

  • Como acostumar o seu cachorro a escovar os dentes

    Comece fazendo com que ele vá se acostumando aos poucos a este processo. Primeiro, passe a escova de dentes perto da boca do cachorro, do lado de fora mesmo, para que ele se familiarize com o objeto (mas não o deixe mordê-la!). Associe este momento a brincadeiras, petiscos e carinhos.  Em seguida, massageie os dentes continue lendo…

  • Latidos em excesso – Como resolver!

    O latido é o meio de comunicação dos cães, aonde demonstram que estão com fome, sede, com medo ou querendo atenção. O grande problema começa quando os latidos são excessivos. As pessoas da casa ficam irritadas, os vizinhos começam a reclamar e os cães também sofrem com todo esse estresse por acabar não recebendo mais continue lendo…

  • Xixi no lugar certo – Dicas de como ensinar seu cachorro

    Existem diversos motivos que fazem com que seu cãozinho faça as necessidades em locais que você não deseja. Chamar a sua atenção, estresse, marcar território e o principal, por simplesmente por não saber qual é o local correto. A facilidade que um filhote tem nesse aprendizado é bem maior comparado a um cão adulto. Mas ao contrário do continue lendo…

  • Medo de fogos e trovões – Dicas para acalmar seu cão!

    Hoje em dia é cada vez mais comum encontrar cães que se apavoram ao ouvir o som de fogos ou trovões. Oferecer ao seu cão petiscos, carinho e proporcionar momentos divertidos quando uma tempestade se aproxima fará com que esse momento traumático e apavorador se torne tranquilo e agradável. Vão aqui algumas dicas para acalmar continue lendo…

  • Como lidar com cães gulosos – Compulsão alimentar

    Cachorro guloso… Cães com esse problema são geralmente carentes e muito competitivos, nesse caso eles normalmente querem os brinquedos só para eles, e pedem atenção o tempo todo. Seu cão é muito guloso, e em questão de segundos come toda a ração que você coloca para ele! Esse problema tem nome, e chamamos isso de continue lendo…

  • Cães que pulam nos donos e nas visitas. Veja dicas para corrigir esse comportamento

    Seu cão vive pulando em você e nas suas visitas? Você grita e ele não te obedece? Esse comportamento pode ocorrer como demonstração de alegria quando alguém chega em casa, como a busca por algum tipo de recompensa ou até mesmo por dominância.Essas atitudes demonstram algo errado e ausente: a autoridade de um líder da continue lendo…

  • Seu cão vive puxando a guia durante a caminhada? Aprenda alguns truques para tornar o passeio mais agradável

    Quem nunca viu um dono sendo arrastado pelo seu cão durante o passeio? Você passa por isso? Sabia que ensinar o seu cachorro a usar coleira e guia para tornar o passeio tranquilo é muito mais fácil do que você imagina? Para o adestrador e especialista em comportamento canino Ricardo Tamborini, tudo começa com a continue lendo…

  • Seu cachorro é guloso? Conheça cinco dicas para lidar com esse comportamento

    Seu cachorro come demais? Parece desesperado quando recebe o alimento? Devora a ração em poucos segundos? Cães com esse comportamento podem ser vítimas da chamada polifagia (ou hiperfagia), uma fome excessiva que leva o animal a ingerir grandes quantidades de alimentos sólidos. Segundo o adestrador e especialista em comportamento canino, Ricardo Tamborini, alguns cães comem continue lendo…

  • Brinquedos são a melhor distração para os cães

    Brincar é um comportamento normal entre os animais, especialmente entre os cães. Todos gostam e necessitam de atividades, independentemente do tamanho, raça, sexo ou idade. Cães cujos donos proporcionam boa qualidade de vida, com passeios diários, boa alimentação, atividades e distrações frequentes atingem maior expectativa de vida. Os cães são descendentes dos lobos selvagens. Através continue lendo…

  • Especialista em comportamento canino dá dicas para deixar seu cão mais obediente

    Certamente você já viu cães que puxam os seus donos, pulam nas pessoas, destroem objetos e ficam latindo por qualquer motivo. Esses são alguns comportamentos que revelam a falta de obediência do animal. Porém, é preciso saber que nenhum cão nasce sabendo como deve se comportar. O instinto natural do animal é testar seus tutores, a fim de compreender quais são as regras e os limites do ambiente.

    Sem sombra de dúvida, é muito mais fácil para o cão não obedecer regras, ou seja, conseguir as coisas na hora que quiser, fazer as necessidades em qualquer lugar, latir quando desejar ou roer qualquer objeto que desperte seu interesse. Por isso, a participação dos donos é fundamental, se quiserem ter um pet bem educado e socializado com outros cães e pessoas.

    Para Ricardo Tamborini, especialista em comportamento canino, regrar um cão para torná-lo calmo e obediente não é uma tarefa difícil, no entanto, é importante que os donos saibam que a educação do animal depende 100% de seu empenho e dedicação.

    Tamborini explica que, ao estabelecer regras e limites, o animal compreenderá como deve ou não agir tanto dentro quanto fora de casa. Um cão que não é corrigido quando faz algo que desagrada seus donos jamais entenderá que está errando. “Corrija o cão sempre que ele fizer algo errado. Com uma postura séria, olhe nos olhos dele, e diga: Não!”, explica.

    Saber a hora certa para elogiar ou repreender também é fundamental. Não adianta esbravejar e brigar muito tempo depois que ele aprontou. Todos os cães têm um tempo de assimilação de até cinco segundos, ou seja, apenas neste período se deve elogiar o cão caso ele faça algo correto, ou corrigi-lo, caso tenha feito algo errado. “Sabendo disso, repreendê-lo ou elogiá-lo na hora errada apenas irá confundi-lo e o resultado na educação dificilmente será alcançado”, ressalta.

    O especialista ainda destaca alguns pontos fundamentais que os tutores devem observar na educação de seus cães:

    Quais objetos usar para adestrá-lo em casa?

    Brinquedos como bolinhas e mordedores, além de petiscos ou biscoitos para cães são ótimos para recompensá-los e servem para fixar o comportamento desejado. O importante é descobrir o que mais chama a atenção do cão e usar o alimento ou objeto como uma moeda de troca. Também é muito importante demonstrar a sua satisfação quando o cão obedece. Elogie muito, faça festa e demonstre a sua felicidade quando o seu pet te obedecer.

    O que fazer para deixá-lo mais calmo?

    Proporcionar atividades tanto dentro quanto fora de casa ajuda a manter a saúde física e psicológica do animal em dia. Passear uma ou duas vezes ao dia faz com que o cão gaste energia física e ainda facilita o processo de socialização com outros animais e pessoas. Já dentro de casa, o uso de brinquedos para entreter o cão é muito eficiente, pois faz com que ele gaste energia, além de aumentar o vínculo afetivo entre ele e o dono.

    A alimentação pode influenciar o comportamento?

    Deixar a ração à vontade para que o cão se alimente aos poucos durante o dia pode causar alguns transtornos. A ração pode ressecar ou ficar úmida demais, criando fungos e bactérias, e podendo causar uma infecção intestinal. Outro problema é que, quando se alimentam em horários desregrados, os cães também irão defecar a qualquer hora, dando mais trabalho aos donos para manter o ambiente limpo. Por isso, é importante que o cão tenha horário para se alimentar, de preferência duas ou três vezes ao dia com horários pré-estabelecidos. A hora da alimentação mostra ao animal que ele depende do dono, seu verdadeiro líder.

    Quais as dicas para evitar que o pet destrua a casa quando o dono está ausente?

    Os cães podem destruir objetos por diversos motivos. Filhotes são curiosos e, devido à troca de dentes, precisam mastigar algo para massagear as gengivas. Esse é um hábito que o animal pode fixar e poderá fazer isso também quando for adulto.

    Os cães adultos destroem objetos basicamente por três motivos: porque aprenderam a fazer isso quando filhotes e os seus donos não os corrigiram, pela falta de atividades diárias, que ocasiona tédio e acúmulo de energia, ou por vingança, quando não recebem muita atenção.

    Propiciar passeios diários para gastar energia e sempre deixar brinquedos em casa ajudam a manter o cão ocupado, mesmo na ausência dos donos. “Um truque muito interessante são os chamados brinquedos interativos. São bolas com furos, nas quais é possível colocar ração ou petiscos dentro. O desafio de conseguir o alimento que está no brinquedo faz com que o cão fique entretido e não destrua móveis ou outros objetos da casa”, sugere o especialista.

    Como proceder quando o pet não respeita os donos?

    Independentemente da idade ou sexo do cão, é fundamental que os donos deixem claro quem é o líder da casa. Corrigir e inibir os comportamentos indesejados mostra ao cão quais são as regras daquele ambiente. Se os donos tiverem muita dificuldade, é conveniente contar com a ajuda de um profissional adestrador especialista em comportamento canino. O profissional irá ajudar os proprietários a agir de forma correta no dia a dia, apontando quais erros estão cometendo e os auxiliará sobre qual a melhor forma de lidar e educar o cão. ​

Não encontrou o que procurava?

Para mais informações sobre adestramento, consultas comportamentais, cursos, palestras e eventos, entre em contato.
Ligue para:

São Paulo
(11)99940-6464

Rio de Janeiro
(21)99761-6402