Por que não devemos dar bronca no cachorro quando ele faz xixi no lugar errado

Por que não dar bronca no cachorro quando ele faz xixi no lugar errado

Entenda por que você não pode dar bronca no seu cachorro quando ele faz xixi no lugar errado

Matéria publicada na Revista Meu Pet  .
Texto Lygia Haydée | Adaptação Luana Zanolini | Foto Shutterstock .
Fonte de entrevista: Ricardo Tamborini - Adestrador e especialista em comportamento canino

 

Por que não devemos dar bronca no cachorro quando ele faz xixi no lugar errado


Ensinar com paciência e mimos é o ideal. Aprenda!

As broncas e as frustrações dadas ao cachorro quando ele faz xixi no lugar errado servem somente para cessar momentaneamente o problema.
O que fixa o bom comportamento do cão, fazendo com que determinada ação se torne um hábito cotidiano, na realidade, são os mimos, os carinhos e os elogios dos donos quando o pet acerta o local.
Se ao pensar em como minimizar as falhas já veio à sua cabeça aquela clássica atitude de esfregar o focinho do cachorro no chão, saiba que você está totalmente enganado.“Punição como essa, além de ser uma atitude truculenta, fará com que o animal receba a mensagem errada.

Ele entenderá que está sendo punido não por ter feito as necessidades no local errado, mas sim por ter feito na frente dos donos. Consequentemente, buscará fazê-las sempre escondido, ou fora do seu campo de visão”, ressalta Ricardo Tamborini, adestrador e especialista em comportamento canino.

Assim, o primeiro passo é saber que, na visão do cachorro, não existe local proibido para fazer as necessidades e que a sua função não é apontar as direções erradas, e sim orientá-lo sobre o caminho certo a seguir, mostrando que ele pode fazer seu xixi num só ponto e até mesmo ser recompensado por isso.

“Ao perceber que tem tudo a ganhar fazendo as necessidades no local que você definiu, o bicho passa a dar preferência a ele e não desperdiça mais a oportunidade de ser recompensado fazendo xixi e cocô em outras áreas”, atesta o adestrador Luiz Henrique Venâncio.

 

Fonte de entrevista: Ricardo Tamborini - Adestrador e especialista em comportamento canino

 

Veja essa matéria no site da Revista Meu Pet

Clique aqui